Fortificar as torres de vento gigantes

O Cabo Sul-Africano é famoso pelas suas 18 rotas oficiais de vinho e duas rotas de brandy, que estão entre as mais cénicas do mundo, apresentando muitos vinhos históricos que remontam há séculos. Pode-se aproveitar o tempo explorando esta magnífica parte da província do Cabo Ocidental da África do Sul e as provas dos seus esplêndidos vinhos e brandies. Mas esta área tem muito mais para oferecer quando falamos de um futuro sustentável. E isso sim, deve ser celebrado.

Teenagers celebrating with colourful confetti on summer road tri

Apesar de ainda depender de combustíveis fósseis, a África do Sul tem criado discretamente um dos planos de energia alternativa mais evoluídos do mundo, construindo silenciosamente capacidade de energia eólica.

Instalado pela empresa espanhola Acciona, o Gouda foi o primeiro parque eólico na África do Sul e é agora um dos maiores naquele país.

Começou a alimentar a rede em 2015 e possui turbinas de uma capacidade unitária de 463 MW fixadas em torres de betão com uma altura de 100 m.

Localizado em Drakenstein, a 100 km a noroeste da Cidade do Cabo, o parque eólico pode produzir todos os anos energia suficiente para cobrir o fornecimento a cerca de 200 mil lares sul-africanos. Isto corresponde a uma produção anual estimada de 423 GWh. Além disso, são evitadas anualmente 406 mil toneladas de emissões de CO2 das centrais de carvão.

Wind4

Este parque eólico foi o primeiro a usar betão produzido localmente, em vez das habituais torres de aço importadas. Foram fornecidas grandes quantidades de produtos Sika para a construção dessas torres de 100 m de altura. Jacques Reinecke, chefe de Energia Renovável da Sika África do Sul, liderou a especificação, a instalação e forneceu formação no local deste projeto.

Wind1

Os produtos Sika usados em grandes quantidades na construção das torres incluíram o Sikadur-31 CF (1 tonelada por torre), o Sealing Backing Cord (22 km) e o SikaGrout-295 ZA (30 tonelada por torre). Cada coluna consiste em quatro segmentos pré-moldados que foram selados e fixados no local. Devido à sua altura extrema, cada torre é composta por quatro colunas de betão pré-moldado de 20m de altura, coladas no local, uma em cima da outra. Um segmento final que transporta a hélice leva as 46 torres a uma altura de 100 m cada.

Wind3

As juntas horizontais nos segmentos da torre foram seladas com Sika EVA Backing Strip. Esta espuma de construção semi-rígida, e de células fechadas, é projetada como um material de suporte de apoio resistente, flexível e resiliente, para selagem de superfície em juntas estruturais com carga elevada. Também pode ser usado como base sob painéis de betão pré-fabricados e para evitar a perda de argamassa ao unir componentes de betão pré-fabricados.

Uma vez coladas, as juntas verticais e horizontais dos segmentos pré-moldados foram seladas com Sikadur-31 CF e Sikadur-31 DW.

Wind6

Ambos os produtos tixotrópicos são resistentes à humidade, e funcionam como colas estruturais de dois componentes e argamassa de reparação com base numa combinação de resinas epóxi e cargas especiais. Fornecem alta resistência mecânica inicial e são impermeáveis ​​aos líquidos e ao vapor de água. O Sealing Backing Cord foi colocado nas juntas de expansão para regular a profundidade da selagem e para fornecer um suporte sólido sobre o qual os selantes foram colocados.

Usando a mão-de-obra local certificada da Sika, a DD Materials completou a betonagem de todas as cavidades verticais aplicando SikaGrout-295 ZA (uma argamassa de um componente, de elevada resistência, à base de cimento especificamente projetado para a utilização na área das energias renováveis), bases metálicas, entre segmentos de betão e para preencher fissuras, lacunas e grandes vazios. O produto foi enviado para testes de resistência e agora tem o certificado de durabilidade. Os trabalhadores também obtiveram formação em aplicações de reparação, impermeabilização e betão epóxi. O projeto foi fundamental para criar uma média de 400 empregos, com picos de até cerca de 800 funcionários durante a fase de construção.

Wind5

Um dos principais requisitos do cliente era uma utilização ao máximo dos produtos locais. 100% dos produtos Sika utilizados no projeto Gouda Wind Farm foram produzidos localmente. Testada e experienciada a sua fiabilidade e resistência, os produtos empregues neste projeto aumentaram o valor de sustentabilidade deste parque eólico.

Todos os requisitos de equipamentos de proteção pessoal foram introduzidos para cada funcionário antes de iniciar o trabalho e foram adotados diariamente no local. A Acciona possui um Sistema Integrado de Gestão Integrado (IMS), incorporando as normas de qualidade (ISO 9001), ambiente (ISO 14001), saúde e segurança (OHSAS 18001). Como louvor final, o projeto Gouda Wind Farm ganhou o cobiçado Prémio Fulton pela Inovação em betão. Uma vez que a importância deste grande projeto era utilizar os produtos e a mão de obra local, este superou todas as expectativas, provando que o que é local é realmente melhor.

A África do Sul está a cumprir o ambicioso objetivo de 10.000 GWh em energias renováveis ​​no âmbito do seu Plano Integrado de Recursos, um plano de energia para o período de 2010 a 2030. A energia eólica do país é agora cerca de 40% mais barata do que a nova energia de carvão produzida para consumo nacional. O crescimento bem sucedido para a capacidade adquirida de 10 MW a 3,3 GW em apenas quatro anos não foi conduzido unicamente pelo imperativo de enfrentar mudanças climáticas.

Wind2

O rápido reconhecimento e crescimento das energias renováveis dentro do ambicioso objectivo ​​do governo, deveu-se ao simples fato de que o vento se tornou numa energia óbvia. Um parque de energia eólica pode ser configurada quatro vezes mais rápidamente do que uma nova fábrica de carvão e, possivelmente, seis vezes mais rápido do que uma estação nuclear. É muito mais barato e extremamente seguro. É modular e pode usar melhor a capacidade existente da rede. Além disso, tudo é realizado com investimento privado e não exige que o governo faça o empréstimo de milhões para um novo programa de instalação. A indústria eólica amadureceu e atingiu um nível em que os negócios falam por si só. A energia eólica atingiu a maioridade.

Advertisements

Insira o seu comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s